Publicidade:
 

A cidade de Tupandi, no vale da Felicidade no Rio Grande do Sul acaba de dar o pontapé inicial em um programa que reunirá Municípios e Rotas Turísticas do Estado. O projeto visa aumentar ou implantar a estrutura de camping e de pontos de apoio em todo o Rio Grande do Sul com o auxílio central do Governo do Estado para fomentar e atender à crescente demanda do turismo que leva a sua própria casa para onde vai. O “Retrô Trailers do Brasil” juntamente com o MaCamp foram recrutados para dar consultoria e auxiliar nesta jornada. Tupandi acaba de implantar o seu primeiro ponto de apoio municipal para RV’s.

Primeiramente no município de Tupandi, O Retrô trailers do Brasil iniciou um pleito sobre a implantação de um ponto de apoio na cidade para que caravanistas que visitam a região pudessem ser bem acolhidos. Após o grande interesse da secretaria de turismo pelo tema as obras começaram, mas isto não seria suficiente para o enorme potencial que o Brasil possui para a modalidade. O Portal MaCamp foi recrutado para, junto ao município, entregar um ofício ao governo do estado para que esta iniciativa fosse ampliada, além de dar toda a consultoria técnica para o assunto.

Com o bom andamento no projeto, fizemos uma reunião com o Secretário de Turismo de Estado, Sr. Ronaldo Santini em Porto Alegre, onde foi pontuada a importância do campismo e caravanismo para o desenvolvimento turístico brasileiro. Ficou acertada a coordenação por parte do Governo do Estado na orientação dos municípios e rotas turísticas para fomentar, implantar, modernizar ou reorganizar as áreas de campings e pontos de apoio a veículos de recreação.

O QUE É CAMPISMO: Acampar é viajar levando o seu próprio abrigo. Seja uma pequena barraca ou um enorme motor home, o indivíduo pode estar em alto grau de contato com a natureza e gozando de liberdades que transcendem o âmbito comportamental, ampliando seus destinos e possibilidades de mudar de planos a qualquer momento. Acampar, além de ser uma modalidade turística e de hospedagem, também é considerado hobby, esporte e estilo de vida (life style).

Breve Resumo Histórico: O campismo no Brasil teve sua origem cultural na Região Sul e rapidamente se espalhou no país. Seu auge foi nas décadas de 1970 e 1980. Com o surgimento e popularização de diversos outros equipamentos turísticos como pousadas e agências de turismo, o campismo e caravanismo perderam força em um país que conta com um dos maiores potenciais mundiais para o segmento. Nas últimas décadas, com o ser humano procurando a fuga das grandes cidades, encontro com a natureza e um turismo mais disseminado, o campismo e o caravanismo teve seu crescimento retomado. em 2020 com a pandemia, a necessidade de isolamento, desejo de liberdade e a facilidade de estar em sua própria casa em qualquer lugar fez com que o mercado de veículos e recreação apresentasse crescimentos da ordem de 200% na indústria.

CARAVANISMO: Setor do campismo que usa como “abrigo” um veículo. Pode ser um trailer, um motor home ou um reboque preparado para acomodar uma ou mais pessoas com cama, cozinha até banheiro. Todos estes são intitulados “Veículos de Recreação”, mais popularmente conhecidos e definidos como “RV’s” (Do inglês: Recreational Vehicles)

CAMPING – ESTRUTURA MÍNIMA: Costumamos dizer que a modalidade de hospedagem mais democrática que existe também é uma das que menos investimentos são necessários em sua implantação. Um camping basicamente se define como uma área delimitada, geralmente cercada para segurança e com espaços (módulos) planos em grama, areia ou terra para a montagem das barracas e outros equipamentos. é necessário um banheiro coletivo para ambos os sexos com sanitário, lavatório e chuveiros para banho. Apoio de lava-pratos e tanques também são importantes, já que além do abrigo, o campista leva equipamentos para cozinhar. Outros atrativos internos serão sempre bem vindos e farão a diferença na hora da escolha do turista.

PONTO DE APOIO: Implantar um ponto de apoio para veículos de recreação é o que existe de mais simples e de pouquíssimo investimento. Pode ser implantado em áreas públicas como privadas, com exemplo de restaurantes, hotéis-fazenda, sítios ou residências, mercados e até mesmo em uma área a ser implantada exclusivamente para este fim. Tudo que um caravanista precisa basicamente é um ponto de água (torneira) e uma tomada de eletricidade. como os equipamentos possuem seu banheiro próprio, não é necessário implantá-lo fisicamente no local. Igualmente aos campings, existem diversos outros equipamentos internos que farão com que um ponto de apoio se torne mais referencial, mas todos podem ser implantados paulatinamente de acordo com o retorno financeiro.

O NOVO PONTO DE APOIO DE TUPANDI: Apesar de muitos municípios do Rio Grande do Sul já possuírem campings e pontos de apoio, Tupandi foi a primeira cidade que fez a implantação neste novo programa. Neste mês de julho foi inaugurado o primeiro ponto de apoio do município, configurando também os seus primeiros leitos oficiais. O MaCamp esteve presente durante a sua construção e fez um pré-teste de pernoite no local. São quatro vagas atendidas por oito tomadas de 220V, quatro torneiras de água e quatro pontos de descarte da chamada “água servida” (Água oriunda das pias e box de banho do RV). ACESSE NO NOSSO APP

O PONTO DE APOIO JÁ ESTÁ NO NOSSO APP. (atualize via menu lateral)

Sinalizadas no local, regras foram elaboradas para o bom uso e funcionamento do espaço. Apesar da cidade ser muito tranquila, o ponto de apoio conta com monitoramento por câmeras ligadas à brigada militar que fica próxima dali. Também está a disposição do caravanista de Tupandi, um ponto de descarte de esgoto (dejetos) especialmente para esvaziar as caixas dos sanitários dos trailers e motor homes).

SOBRE TUPANDI-RS: A pequena cidade pertence ao Vale da Felicidade, uma das várias regiões do Rio Grande do Sul, pertencendo à rota dos Sabores e Saberes. Uma combinação entre natureza, lazer, educação e conhecimento em dez empreendimentos familiares do Vale do Caí. A história do município pode ser conhecida no SOBRADO WEBER, construído em 1924 e hoje abrigando a Casa de Cultura com museu e biblioteca. O município possui participação da Rota com a Agrofloresta do Inacinho que produz dentro da floresta nativa: citrus, bananas e outras frutas de forma ecológica.

ZINO2

A HISTÓRIA DO CAMPISMO PASSA ALI: Tupandi possui um exemplar do primeiro trailer fabricado no Brasil. O Tupandiense Marco Gossler, morador do município é um grande entusiasta do caravanismo. Além de ter fundado a entidade “Retrô Trailers do Brasil“, é hoje proprietário de um legítimo TRAI-LAR, marca da primeira fábrica de trailers brasileira que iniciou sua produção em 1959.

CEO e Editor do MaCamp | Campista de alma de nascimento e fomentador da prática e da filosofia. Arquiteto por formação e pesquisador do campismo brasileiro por paixão. Fundador do Portal MaCamp Campismo sonha em ajudar a desenvolver no país a prática de camping nômade e de caravanismo explorando com consciência o incrível POTENCIAL natural e climático brasileiro. "O campismo naturaliza o ser humano e ajuda a integrá-lo com a natureza."

5 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here