Carioca da gema e Insulano, Administrador por formação, Analista de Sistemas por vocação e Campista por???  Hummm, não achei o termo mais coerente, certo mesmo é que me sinto envolvido na prática desde cedo quando, ainda na escola, me candidatei ao grupo escoteiro e no decorrer dos anos me tornei mochileiro. Não parou, embarquei em aventuras (furadas também), até que conheci uma parceira topa tudo (atual esposa). Aqui iniciara minhas atividades campestres!

Começava mesmo uma nova filosofia, a idéia era acampar com conforto, conhecer cidades e instâncias turísticas, aproveitar da estrutura local (camping e região) e minimizar ao máximo o perrengue, no início ele é inevitável! Eu já tinha alguns equipamentos, porém acampar em casal é como iniciar a vida em uma nova casa, as aquisições em conjunto passam a ter valor simbólico, é quando idas ao mercado deixam de ser mera obrigação e passam a ser um passeio, afinal vai ter aquela prateleira do bazar te esperando cheio de potes bacanas (no estilo tupperware) ou até mesmo novas cadeiras de praia, enfim, pra todo produto/material que se olha se acha uma serventia nos apetrechos de campings, isso é um barato. Em 2004/2005 já estávamos bem estruturados, depois tivemos alguns ‘upgrades’ até que chegamos em nossa carretinha, equipamento que nos satisfaz bastante em praticidade e prazer, até mesmo pelo sentimento que empregamos.

Fiquem ligados nos próximos posts e conheçam mais da nossa história!

CONFIRA AQUI AS SUAS COLUNAS

 

COMPARTILHAR

CEO e Editor do MaCamp | Campista de alma de nascimento e fomentador da prática e da filosofia. Arquiteto por formação e pesquisador do campismo brasileiro por paixão. Fundador do Portal MaCamp Campismo sonha em ajudar a desenvolver no país a prática de camping nômade e de caravanismo explorando com consciência o incrível POTENCIAL natural e climático brasileiro. “O campismo naturaliza o ser humano e ajuda a integrá-lo com a natureza.”