Pesquisando sobre a Austrália, antes da nossa viagem pelo mundo começar, descobri sobre “relocation mothorhome” e fiquei impressionado com a ideia de alugar um por apenas US$ 1 dólar por dia. Isso mesmo, US$ 1 dólar. Chegamos à Cairns, nordeste da Austrália, onde fica a Grande Barreira de Corais, e passamos dois dias mergulhando.

Nesse início, tivemos algumas dificuldades para alugar o primeiro carro dessa forma, mas, depois que entendemos o funcionamento, ficou bem mais fácil. Abaixo vamos deixar bem detalhado para que você também possa aproveitar esse benefício.

Como funciona

Viagens de Motorhome pela Austrália são bem comuns. Muitas pessoas compram uma passagem em um ponto A da Austrália e saem em um ponto B e, para irem de um ponto a outro, alugam um motorhome ou campervan para sentir a experiência de viajar pela Austrália e conhecer suas lindas paisagens (em breve contaremos como é fazer essa viagem detalhada aqui), por enquanto confira a receita de risoto de tomate uva que fizemos dentro do motorhome.

Quando o carro é entregue no ponto B, a empresa dona do veículo precisa voltar com o carro para sua base, pois onde o carro foi entregue, provavelmente é em uma agência de algum parceiro e, esse parceiro, cobra uma quantia para o carro ficar lá parado no estacionamento dele. E para não pagar uma pessoa para buscar o carro, eles resolvem colocar em um site dizendo que tem um veículo que precisa voltar do ponto B para o ponto A.

E então começa a nossa parte….

Relocation motorhome

| fotos: http://umapitadademundo.com.br/

Se você pesquisar na internet, encontrará inúmeros sites que disponibilizam veículos para serem devolvidos. Conversando com o pessoal daqui e até aprendendo por experiência (já alugamos três motorhomes assim), o melhor site para pesquisar sobre relocation é o imoova. Nele você seleciona o país (pois esse serviço pode ser feito na Austrália, Nova Zelândia e está começando na Europa) e logo aparecerá uma listar com todas as opções disponíveis para você escolher.

Agora que você já conhece o serviço, vou explicar algumas dicas para você não dizer que não sabia…

Destinos

A ideia para aproveitar ao máximo a experiência é você não ter um destino fixo, por exemplo:

Estava em Cairns, queria ir para Brisbane, mas não tinha nenhum carro disponível, apareceu um carro para Sydney, então fomos para Sydney. Lá ficamos na casa de amigos e esperamos o próximo aparecer para Melbourne e, quando apareceu, pegamos. Agora estamos em Melbourne esperando o próximo para Perth (já fechamos, mas será só daqui cinco dias).

| fotos: http://umapitadademundo.com.br/

Tempo de entrega

Infelizmente, você tem que entregar o motorhome durante uma determinada data, por exemplo, quando pegamos o primeiro em Cairns, tivemos que entregar em Sydney em cinco dias, isso significa que tivemos que dirigir em média 500 km por dia. Você pode negociar dias a mais, porém, terá que pagar o valor do aluguel completo pelo dia extra e, às vezes, não tem disponibilidade, pois o veículo já está reservado para outra pessoa.

A dica é planejar bem o destino e as paradas. Tivemos dias em que dirigimos 800 km, mas, em compensação, curtimos mais Noosa, uma praia maravilhosa que fica em Quensland. Falarei de como parar em campings em parques do governo pagando aproximadamente US$ 5 por dia aqui (em breve).

O relocation é uma forma de se deslocar para um outro destino e aproveitar algumas paradas, a parte chata é que se você gostou de alguma parada, terá que continuar pois você tem um prazo.

Seguro

Essa parte é chata, pois existem várias modalidades, vou começar pela melhor opção, em minha opinião (na qual você não gastará nada se não tiver nenhum problema com o carro).

Calção de US$ 1.000 – Nessa modalidade você passa no seu cartão o valor e, quando voltar, se o carro não tiver nenhum dano causado por você, o dinheiro será estornado em seu cartão em até 20 dias (a desvantagem aqui é que você precisa ter um limite alto no cartão, pois este dinheiro vai ficar preso por uns 20 dias). Se tiver algum problema, os valores serão abatidos dos US$ 1.000 e o restante voltará para você, mas se a viagem foi tranquila volta o valor integral.

US$15 por dia mais um calção menor (o valor varia de acordo com a empresa de aluguel do carro) – Esta opção é para quem não tiver um limite alto ou quiser correr menos risco. Dessa forma, os US$15 por dia servem como um seguro e, se algo acontecer ao carro, o máximo que você pagará é o valor do calção mais os US$ 15 por dia. Se nada acontecer com o carro, o calção volta para você (também depois de alguns dias), mas os US$15 por dia não retornam.

Combustível

Algumas empresas ainda te dão US$ 100 de combustível grátis, mas você precisa pegar as notinhas durante a viagem e entregar quando devolver o veículo.

Tipos de veículos

Como você está devolvendo o veículo para seu local inicial, não tem muito que escolher. Já pegamos um completo (com banheiro, chuveiro, ar condicionado, micro-ondas, fogão, geladeira, churrasqueira externa, e já pegamos um mais simples, apenas com fogão e geladeira). Dependendo do dia, você tem algumas opções para escolher, mas em outros dias não aparece nenhuma, ou apenas uma opção. Se quiser um carro mais completo, depende de você ter sorte ou se quer esperar mais dias para algo melhor aparecer. Tente pegar o melhor veículo, mas, provavelmente você acabará pegando o que tiver disponível para o destino que você quer.

Veja abaixo os dois veículos que pegamos, um automático completo e outro manual mais simples:

Primeira viagem

| fotos: http://umapitadademundo.com.br/

Paradas para dormir

Não é em todos os lugares que são permitidos parar e dormir, fique atento, pois você pode inclusive ser multado. Falaremos de onde dormir com o motorhome aqui (em breve).

| fotos: http://umapitadademundo.com.br/

Resumo – A experiência de dirigir um motorhome e ir parando onde quiser dormir em frente a uma praia, ou fazer uma fogueira ao lado do veículo, é incrível. Se você tiver de férias e com o orçamento legal, eu recomendaria você alugar por um mês e ir parando com calma, ficando mais dias e curtindo essa vida de camping móvel, que é uma delícia.

Vista de um dos locais onde dormiram | fotos: http://umapitadademundo.com.br/

Agora, se tiver um orçamento apertado, mas tempo de sobra e quiser viver essa aventura, você vai aproveitar do mesmo jeito, porém um pouco mais corrido.  Entretanto, se tiver um bom planejamento (onde vai parar e onde vai conhecer, já otimiza muito seu tempo para aproveitar mais a viagem). Claro que esse planejamento muitas vezes é modificado ao longo da viagem, quando nos deparamos com os lugares que visitamos, mas ter uma pesquisa feita dos possíveis lugares para conhecer e dormir, ajuda muito.

Nós recomendamos a todos que façam uma viagem dessa pelo menos uma vez na vida, não importa a sua idade ou se tem filhos pequenos. Na Austrália, essa é uma tradição fortíssima e vemos muitas famílias com crianças de colo e casais de idosos viajando dessa forma. A infraestrutura para motorhome na Austrália é de cair o queixo, em breve falaremos mais sobre essa aventura!

Por Alexandre Seixas e Mariana Carneiro, do blog Uma Pitada de Mundo

 

COMPARTILHAR

CEO e Editor do MaCamp | Campista de alma de nascimento e fomentador da prática e da filosofia. Arquiteto por formação e pesquisador do campismo brasileiro por paixão. Fundador do Portal MaCamp Campismo sonha em ajudar a desenvolver no país a prática de camping nômade e de caravanismo explorando com consciência o incrível POTENCIAL natural e climático brasileiro. “O campismo naturaliza o ser humano e ajuda a integrá-lo com a natureza.”