Vamos iniciar com a seguinte reflexão:“Vale a pena montar todo o apetrecho de camping + barraca apenas por uma noite?”

A resposta é sua e não minha, porém quero passar nas próximas linhas os argumentos necessários para que avalie essa temática.

No início tudo é festa, quanto maior a ‘casa’ melhor, se chegarmos com o caminhão da “Granero” então somos vistos como rei. Calma que nem sempre é assim, já se deu conta que metade do que levamos muitas vezes não usamos ou pior, nem lembramos que existe? Ainda assim é notório que em cada retorno trazemos aquela pulga de como nos tornarmos mais ágeis na montagem e como melhor aparelhamos nossas tranqueiras.

Devemos ter em mente que o propósito será um descanso ou ainda assim aquela fuga trivial, ou seja, umas cadeiras e uma churrasqueira já farão às vezes da brincadeira. Está frio? Experimente então levar um bom vinho pra acompanhar aquele salaminho com queijo que você comprará na estrada. No mais, separe o básico e verás que o saldo é positivo.

Barraca: Avalie, depois de ter certeza de que acampar é seu hobby, que deverás ter uma de boa qualidade e que aguentará as intempéries sem tirar o conforto (e não estou falando de mega mansões), existem vários modelos indicados para 3/ 4 pessoas que a montagem não passa de 15min (nessa já economizou um bom tempo antes dedicado a lona).

Colchão: Não perca tempo com os infláveis (são ótimos, porém aqui não se aplicam). Certamente se dormisse na casa de um parente e/ou amigo ele montaria aquela cama provisória afofada de edredons e você acharia ótimo. Pois bem, leve o número de colchonetes necessários pra você e sua família e em 60s a cama está arrumada (nessa já economizou uns 10min de boas infladas ou ainda deixou de levar consigo o elétrico, que por sua vez deixou de levar o transformador, que por sua vez deixou a extensão, que por sua vez….ótimo….menos tralha, lembre-se que são no máximo dois dias).

Cozinha: Digamos que você fechasse o pacote de uma pousada para fim de semana. Levaria algo de cozinha? O conceito é o mesmo, pra que se desgastar carregando um tanto de tralhas e mantimentos. Muitos campings servem refeições a preços interessantes, sem contar que muito provavelmente irá olhar a despensa antes de sair de casa e perceberá que não tem tudo que imagina, conclusão, irá ao mercado, comprará por impulso e por fim trará metade de volta (quando do retorno do passeio). Os filhos vão? Ok, uns biscoitos/bolos e uns sucos pra fazer a vontade da criançada e ponto. Tenham em mente dois dias. Pronto, nessa toada você economizou grana e no mínimo de 1 a 2h de montagem do móvel, fogareiro, organização das panelas, pratos e utensílios. Uma pequena caixa térmica e um kit pic-nic já resolvem para eventuais lanches.

Óbvio que terão itens a ser acrescentados, porém quis elencar os pilares da estadia para que deixem o pré-conceito das chamadas acampadas leves, essas no estilo bate e volta. Um fator determinante também é o destino, procurem algo num raio de 100 a 150km de casa, lembre-se que muito tempo na estrada é pouco tempo no camping.

Agora o principal. Valorize esse momento próximo aos seus entes, muito embora se tenha ultimamente uma adesão interessante por encontros e estadias do tipo VQQ (Vai Quem Quer), um final de semana passa num piscar de olhos e tudo que um casal ou ainda uma unidade familiar precisa é desse resguardo de foro íntimo.

 

COMPARTILHAR