Resfriar 728×90

Qual a diferença de rebocar um KG e um Turiscar

HOME Fóruns Caravanismo Trailers Qual a diferença de rebocar um KG e um Turiscar

Este tópico contém respostas, possui 8 vozes e foi atualizado pela última vez por  Andre T Barros 4 anos, 1 mês atrás.

Visualizando 10 posts - 1 até 10 (de 20 do total)
  • Autor
    Posts
  • #45359

    Ronald Ataulo
    Participante

    Amigos foristas, Já coloquei anteriomente a dúvida entre rebocar um trailer de 1 eixo e de 2 eixos. Para mim esta questão já foi respondida, o menores de 2 eixos diminui a possibilidade do pendulo, os maiores de 1 eixo aumentam a possibilidade do pendulo. Agora comparando o mesmo tamanho de trailer de 1 ou 2 eixos, qual a diferença entre rebocar um KG e um Turiscar? Algumas pessoas do meio estão me dizendo para evitar rebocar o KG e dar preferência para o Turiscar. Parece que existe alguma diferença na suspensão. Realmente existe alguma diferença? Algum deles realmente é melhor para se rebocar? Este assunto me deixa um pouco intrigado! Ronald Ataulo

    Decar Trailer 728×90

    Ronald Ataulo
    Trailer Turiscar 6.5 (New Pipoca)
    Santos-SP
    www.boraprocamping.com

    #48469
    Capt.A330
    Capt.A330
    Participante

    Buenas Ronald! Tópico interessante e polemico o que tu abordas, e como definir o quê é melhor, Toyota ou Nissan, Ford ou Chevrolet, Boeing ou Airbus, Grêmio ou Barcelona, e por ai vai… Cada dono de KG ou Turiscar, vai, logicamente, exaltar as qualidades do seu Trailer, penso que como afeição ou “carinho” para com aquele que é seu companheiro inseparável das estradas…quando eu penso em Trailer, imediatamente penso, e comparo, com o Guanaquito, o que me leva a pensar si o Diamante é tao bom assim, ou sou eu que o vejo assim…tudo bem, fiz uma viagem de mais de 12.000 kms. com ele por 4 países, em especial a Patagonia Argentina e Chilena, e teve um desempenho admirável para um veiculo de mais de 32 anos, mas, será que um KG não teria dado o mesmo resultado? E os donos? Pergunta para Odair ou Jairo se trocariam seus Turiscar por um KG, ou pergunta para Marcos se trocaria seu 330 por um Turiscar, ou si o Polini trocaria o Papa-léguas por um Brilhante? Então, fica difícil separar o emocional do tecnológico, mas, a imensa maioria do pessoal com os quais tenho falado, coincidem que o Turiscar é melhor na estabilidade dinâmica, mais fácil de rebocar, em especial em velocidades mais elevadas. Duas pessoas que eu acredito terem sabidória para opinar: Jairo, que desde “moleque” reboca, e já rebocou outros modelos alem do seu Vila Rica, e Odair, por ter muito conhecimento da engenharia envolvida na construção dos Trailers. O importante que vejo, é o que você achar quando ver pela primeira vez teu futuro Trailer (amor a primeira vista?), e que não tenhamos “brigas” para definir qual é o melhor, pues sempre, o melhor Trailer, será aquele que melhor se adapte as tuas necessidades. Grande abraço Ronald! 0etl.jpg

    #48471

    O Turiscar é tido como melhor para rebocar. Isto porque a Turiscar usa a suspensão tipo “barra de torção” com amortecedor. Esta os amigos do fórum poderão explicar definir melhor, mas sabemos que é uma tipo de suspensão muito bem desenvolvida. Apesar de ambas utilizarem o sistema de “balança”, a Karmann Ghia usava uma suspensão bastante específica….. (muitas vezes erradamente chamada de barra e torção) denominada “suspensão elastomérica) – Temos uma seção do MaCamp que aborta esta: https://macamp.com.br/?p=53 Bem… o que posso dizer é que a suspensão da KG já é naturalmente mais curta do que a da turiscar…. e falando de um trailer que parou de ser fabricado há quase 20 anos (1995) podemos dizer que as borrachas já estão todas endurecidas, o que deixam a suspensão elastomérica quase que dura. Em consequência, o que sempre ouvi dizer é que os trailers da KG “socam” muito na traseira, principalmente no que diz respeito ao movimento vertical ao engate. Isto é muito mais forte nos trailers de 2 eixos pelo que já conversei. Isto é ampliado quando falamos de um problema quanto à suspensão do rebocador. Dizem que as caminhonetes de feixe de molas na traseira sofrem muito mais com trailers do que com molas espirais… e isto é mais sentido com os trailers Karmann Ghia… Bem…. isto é o que eu sempre ouvi dizer…. mas posso afirmar que as diferenças entre estas duas marcas serão sempre diferentes dependendo do campista…. porque simplesmente sempre foram as maiores e melhores….. há diferenças entre as marcas com quesitos: acabamento, peso, durabilidade, construção e etc. Possuo um Trailer 330 da KG e sou imensamente feliz com ele….. Turiscar sempre foi uma paixão também…. cresci em 2 trailers KG e mais 2 Safaris desta marca… e depois passei a adolescência em um motor home TUriscar….. aprendi a amar os dois e gostar das vantagens de cada um….. é isso….. e que venham as outras opiniões… que estarei aqui louco para aprender sempre mais….

    Marcos Pivari - CEO e Editor do MaCamp

    #48488
    Odair Teixeira
    Odair Teixeira
    Participante

    Ronald, Dardo e Marcos O sistema de barra de torção + amortecedor é o sistema mais suave para aplicar em um trailer. Como não é necessário transmitir tração, este sistema é ainda usado em todo o mundo. Ficou muito conhecido nos VW a ar, além dos Porsches antigos. Como a carga do trailer não deve variar muito (menos o caso do Jairo que leva um playground full a bordo + mantimentos para um exército) a constante elástica da mola (barra) + amortecedor deixam o sistema bem suave e evitam que o trailer fique quicando. Tempos atrás encontrei na Dutra um trailer “home made” que o cabra tinha adotado o sistema “leaf spring” ou feixe de molas. Parecia um pula pula, quando entrou no posto de gasolina, perto da saída da D.Pedro. Acabei parando logo atrás para abastecer e falar com ele. Ele me falou que já teve problemas com varias coisas quebrando por causa dos impactos que a suspensão. Chegou a quebrar a caixa da bateria. Um sistema que pula muito + distribuição de peso errada é fatal para ocorrência de pêndulos. Do sistema com barra de torção elastomérica eu conheço muito pouco, mas sei que as buchas proporcionam um rodar bem suave. São bem comuns nos trailers e carretas nos USA, mas no Brasil nunca vi muitas aplicações além de alguns casos específicos. A manutenção é baixa e de baixo custo. Mas se tratando de material orgânico, de tempos em tempos devem ser substituídos. Ainda se acha as buchas dos KG para reposição ? Tem este artigo acadêmico aqui que é bem interessante… http://www.simpep.feb.unesp.br/anais/anais_13/artigos/1163.pdf Leaf spring é feito para levar carga.

    #48490

    Não acha mais não Odair…. A Karmann Ghia tinha um cara que de tempos em tempos trabalhava na separação das borrachas, escolhendo as mais macias para a confecção das plataformas….. mas é claro que anos depois elas já ficam duras…. Há anos atrás um cara entrou em contato com o MaCamp para oferecer este tipo de suspensão… ele tinha direito da patente e fabricava a dita suspensão…. confesso que não sei no que deu, pois nao havia mercado pra isso…. No meu 330 eu tenho a leve impressão que a suspensão passou a trabalhar um “tiquinho” mais depois que passei a andar com o trailer…. pq quando o peguei estava parado há anos… Ah… ainda nesse papo de diferença das duas marcas….. Este quesito “manutenção” é realmente um ponto forte da KG. Geralmente trailers Turiscar parados há anos na praia pode-se dar adeus à lança…. já a KG é dura de enferrujar….. já vi trailers KG há mais de 20 anos parados “roda quadrada” há 50m da água do mar e foi engatar e sair andando…… rolamentos, freios e engate funcionando…… o mesmo rolou com um 640 parado 10 anos lá no CCB de Campos do Jordão….. mesmo não sendo praia, passou invernos variando de “menos de zero” a 25º e verões de chuva e umidade….. e na hora de levar embora sequer as luzes tinham queimado…. engatou e se foi….. Vejam que não estou puxando sardinha pro KG…. apenas contando alguns fatos em partes…..rs

    Marcos Pivari - CEO e Editor do MaCamp

    #48491

    Ronald Ataulo
    Participante

    Amigos, Muito obrigado pelos esclarecimentos. É claro perceber que falamos de duas ótimas marcas de trailers, cada uma com seus pontos fortes. Como eu disse no início do tópico, alguns profissionais que cuidam atualmente das principais oficinas aqui de São Paulo me disseram que como o meu objetivo é passear nos finais de semana, a marca TURISCAR por seu sistema de suspensão será muito mais confortável. Vejam que não foi apenas uma empresa que me disse isso. Abri o tópico para ver se não era história de vendedor e pelo que pude perceber, eles estão corretos, o trailer TURISCAR é muito mais macio. Se eu deixasse bastante tempo o trailer nos campings, realmente a KG possuí ótimas opções como o KC-540 ou 640, adequados para minha família de 4 pessoas. De tanto ler os tópicos aqui do fórum, estou certo que a melhor escolha será um TURISCAR ou Brilhante (1 eixo) ou Rubi (2 eixos). Só para ampliar um pouco as questões: – Um vendedor particular de um KC na cidade de Itú comentou comigo que o TURISCAR tem um problema cronico de cupim, seu madeiramento é muito menos resistente que o KG. Alguém já escutou este comentário??

    Ronald Ataulo
    Trailer Turiscar 6.5 (New Pipoca)
    Santos-SP
    www.boraprocamping.com

    #48492
    Odair Teixeira
    Odair Teixeira
    Participante

    Marcos A durabilidade do conjunto da lança do KG se deve ao melhor tratamento dado ao material usado pela KG. O material da Turiscar tem uma camada muito pequena de galvanização. Em ambientes agressivos (Zona 3 – da NBR 6118) pertos de zonas litorâneas e áreas industriais com atmosfera agressiva, esta cobertura não é suficiente e se for exposta a longos períodos ocorrerá a corrosão. Portanto, olho vivo em pontos de corrosão. Com relação as borrachas da suspensão, o ideal era tirar uma amostra e desenvolver com outros materiais. O ideal seria conseguir com a KG as informações deste material ( tensão x deformação) e módulo de elasticidade. Ou quem sabe uma amostra. Aí vc pode mandar confeccionar em poliuretano, borracha sintética etc…

    #48494

    Aí está o Problema……. A Karmann Ghia na época do fechamento se desfez de tudo que havia com relação aos trailers. Gabaritos, projetos, matrizes, peças de estoque e ferramentas…… na ocasião foi tudo pra empresa “KG reboques” que nada tinha a ver com a real Karmann Ghia. Só que em 2010 a mesma KG também se desfez passando apenas as peças a um revendedor…… Em resumo…… não há mais esta fonte de informações….. Falando em suspensão… legal vc ter falado sobre o feixe de molas….. é o que muita gente faz com os trailers da KG e pelo jeito a coisa fica ainda pior, ne?

    Marcos Pivari - CEO e Editor do MaCamp

    #48495
    Odair Teixeira
    Odair Teixeira
    Participante

    Ronald Com relação a durabilidade dos Turiscar, há um comentário que se ouve vez ou outra no ambiente dos trailistas de que os trailers da Turiscar fabricados até 1989 tem um excelente tratamento da madeira (verniz impermeabilizante e tratamento anti cupim) e madeira de maior qualidade. Esta qualidade foi reduzida nos anos 90 em diante por razões de custo em função das dificuldades econômicas encontradas pela Turiscar até o seu fechamento. Porém, é um rumor e não um fato. Não há como afirmar se é verdade. sds Odair

    #48498

    leandrovaranda
    Participante

    Teoricamente se mandar galvanizar, envernizar e passar anti-cupim no turiscar durante a reforma, fica o melhor dos 2 mundos?

BodeCar 728×90

PARTICIPE DO FORUM PELO FORMULÁRIO ABAIXO. SE NÃO FOR CADASTRADO, CADASTRE-SE CADASTRE-SE AQUI

Visualizando 10 posts - 1 até 10 (de 20 do total)

Você deve fazer login para responder a este tópico.