Nilton J

Respostas no Fórum

Visualizando 8 posts - 231 até 238 (de 238 do total)
  • Autor
    Posts
  • em resposta a: Global One Expedition Off-Road Trailer #47721
    Nilton J
    Participante

    Global One – Central elétrica A caixa da central elétrica foi colocada à frente do baú principal da carreta visando fundamentalmente: 1. facilidade de acesso em caso de manutenção preventiva ou corretiva; 2. fazer peso no cambão para ajudar a “amarrar” a carreta no chão. E esta estratégia funcionou ! Considerando o peso das baterias, carregador de bateria, inversor, a própria caixa metálica com tampa desta central elétrica, além dos 2 galões de 20 litros, e contando ainda nas laterais frontais da carreta o botijão P5 e os galões de 5 litros, tudo isso dá uns 100 kilos que ajuda a manter a carreta no chão. Com a tampa fechada, notem na foto abaixo que existem duas tomadas azul/vermelho na parte de cima da caixa; a tomada azul é para ligar diretamente o cabo do painel solar; já a tomada vermelha é para conectar o carregador de bateria à uma fonte externa 110 / 220 volts alternados. Tomada azul, que lembra a cor do céu, recebe a energia do sol! Tomada vermelha, que lembra alta-voltagem, recebe a energia que vem da rede elétrica! [hr] Global One – Central elétrica – Parte 2 A Central Elétrica da Global One Expedition Trailer é composta de: 2 baterias estacionárias Delco Freedom DF-1000 70 Ah cada; 1 carregador de bateria Powerbras CHFB-12-15; 1 inversor 300 watts de 12 Vdc para 110 Vac senóide pura Sure-Sine 300 adquirido da loja virtual minhacasasolar; 3 chaves elétricas comutadoras marca Arieltek, categoria naval, para ligações e conexões dos acessórios e cargas diversas. Já as cargas / acessórios empregadas na carreta são: Cargas contínuas em 12 Vdc: geladeira; ducha/chuveiro eletrico; rádio amador; acoplador da antena de radio amador. Cargas alternadas em 110 Vac: iluminação via fita de leds com fonte ac/dc; refletor led 10 watts; tv lcd 16; carregadores ac/dc diversos para celular/PC/tablet; Modos de carga: 1. “carreta parada” se alimenta do sol ! 2. “carreta andando” se alimenta do alternador do veículo ! 3. E ainda foi previsto uma terceira fonte de energia, via carregador de bateria , também em modo “carreta parada”, a qual pode se plugar a qualquer tomada de energia alternada, num camping, num posto de gasolina, ou até mesmo em casa antes de partir para uma viagem. Central elétrica:[hr] Global One – Central Elétrica – Parte 3 Preparações feitas no veículo: Seguem as preparações feitas em meu Troller T4 2011 3.0, demonstrados por meio de algumas fotos e um esquema elétrico de ligação do dispositivo “isolador de bateria”. A primeira foto é o dispositivo “dual battery kit”, o isolador de bateria propriamente dito, que não é um simples diodo polarizador de corrente em um circuito discreto, mas sim uma central inteligente com eletrônica embarcada, fabricada pela empresa National Luna da África do Sul, integrado à monitor de baterias e cabos/conectores elétricos diversos. Notem que logo abaixo do dispositivo coloquei um disjuntor bipolar para desligar / ligar a corrente dos cabos + e – que vão para as baterias da carreta, para fins de segurança. [hr] Continuando sobre as preparações feitas no veículo: O dispositivo acima cabe ao lado da bandeja da bateria do Troller, espaço entre esta bandeja até o farol, e já vem pronto com suporte para ser fixado na carcaça do veículo. O diagrama de ligação é muito simples e não precisa sequer cortar nenhum cabo original proveniente do alternador, conforme ilustrado abaixo: [hr] Já o monitor de baterias, em duas colunas distintas e coloridas de leds, monitora a carga da bateria principal do veículo e a carga das baterias da carreta, o qual é montado no parabrisa lado do motorista, conforme foto abaixo, muito conveniente e prático, basta uma “olhadela” para saber o nível da carga das baterias, e ainda mostra o alternador funcionando e carregando as mesmas: [hr] Finalizando este assunto sobre “eletricidade”, vide na foto abaixo os cabos preto / vermelho ou – negativo / + positivo que vão para as baterias da carreta saem do isolador de bateria, logo após os contatos de saída dos disjuntores, passando de maneira protegida por debaixo do Troller e indo parar nos bornes específicos de ligação, que irão receber os seus respectivos plugs macho – e + que vem de dentro do cambão da carreta e que estão ligados nas baterias da central elétrica da carreta. Notem o plug vermelho + e o plug azul – no parachoque, além do plug preto abaixo da placa que tem os fios para a sinalização da carreta (freios, setas, lanternas e luz da placa da carreta). Usei plugs específicos para a conexão das baterias pois empreguei cabos de bateria com bitola de 25 mm2, para garantir extensão de até 8 metros do isolador de bateria que está lá na frente do veículo sem ter perda e queda na “voltagem dos 12Vdc”.

    em resposta a: Global One Expedition Off-Road Trailer #47720
    Nilton J
    Participante
    Ronald Ataulo wrote:
    Nilton, você arrasou!!! Eu também sou um apaixonado pelo off-road e desde que me envolvi/encantei pelo campismo venho pesquisando as melhores alternativas de conciliar o off-road com o camping, você matou a pau!! Gostei de ver estas fotos que você publicou… veja se consegui colocar mais fotos… Os detalhes de botijão de gás, pia, etc… foram colocados por você ou montados pela empresa que fez a carretinha? Parabéns, Ronald Ataulo Site: http://www.mundooffroad.com.br

    Tudo montado pelo fabricante da carreta que fica aqui na região de Campinas, a empresa Paes Engates & Free Hobby Carretas. O projeto, as idéias, os pitacos e as personalizações foram todas minhas. http://www.paesengates.com.br [hr]

    Dr. Green wrote:
    Nilton mostra fotos do seu painel fotovoltáico solar, acho um dos itens mais TOP que vc tem!

    Continuando a sequência de fotos e dos assunto da Global One, vamos falar sobre a energia da carreta. Global One: Uma fonte geradora de sua própria energia Em um único dia nosso planeta recebe do Sol uma quantidade de energia suficiente para suprir as necessidades energéticas da humanidade durante centenas de anos. Imaginem capturar uma parte desta energia da luz solar e transformá-la em eletricidade. Isto já é possível com as células fotovoltáicas, que produzem energia elétrica a partir da luz solar. Acredito em disco voador e acredito que estas máquinas se utilizam da energia proveniente dos sóis das galáxias para se locomoverem; um dia chegaremos lá ! Mas por ora, deixando o Universo e os ETs de lado e apenas fincando o pé no chão terráqueo desta nossa pátria sofrida e amada chamada de BRASIL, ficaria satisfeito em ver o governo brasileiro com vontade política para baratear e massificar o uso desta tecnologia para seus contribuintes. Em comparação com a Europa, que é o continente que atualmente mais emprega o uso de energia solar fotovoltáica e o principal país de lá é a Alemanha, o Brasil e a América Latina são muito privilegiados para este tipo de exploração energética; além da taxa de radiação ser muito maior que a taxa do velho continente, ainda temos um imenso território a ser utilizado. Abaixo uma figura ilustrando a taxa de radiação solar na América Latina e Brasil. [hr] Global One: Uma fonte geradora de sua própria energia – Parte 2 Um sistema fotovoltáico é composto por uma ou mais placas fotovoltáicas e equipamentos acessórios. Estas placas produzem energia na forma de corrente e tensão contínua e baterias são usadas para armazenar toda esta energia elétrica contínua sendo gerada em tempo real, cujo carregamento das mesmas é feito via um controlador de carga, que é um dispositivo eletrônico que regula a carga na bateria e também otimiza a produção de energia do painel fotovoltáico. O tempo mínimo garantido de produção de energia de um painel fotovoltáico é de 25 anos, assim o retorno do investimento nesta tecnologia também é garantido. Os painéis podem ser construídos em silício monocristalino ou policristalino; os do tipo monocristalinos são mais caros, mas são mais eficientes que os policristalinos, gerando mais energia elétrica por centímetro quadrado de área na qual incide o raio solar. Abaixo um diagrama ilustrando este sistema: [hr] Global One: Uma fonte geradora de sua própria energia – Parte 3 A aplicação do sistema de energia fotovoltáica na Global One teve como propósito básico a geração e armazenamento da própria energia a ser consumida em modo acampamento com o conjunto veículo / carreta parados, geração esta alternativa à corrente elétrica vinda do isolador de bateria conectado ao alternador do veículo quando este está em movimento. O painel utilizado foi importado da Austrália, o qual é dobrável e vai dentro de uma prática bolsa. O mesmo todo aberto tem capacidade para geração de 120 watts de potência em nível de tensão ao redor dos 12 Vdc, Optei em adquirir o modelo mais caro que é mais eficiente em aproveitar os raios solares, construído com silício monocristalino, o qual veio já completo com cabos para ligação aos polos positivo e negativo da bateria e já também com um controlador eletrônico embutido no mesmo. É do tipo “plug & play” ! A seguir, fotos do painel aberto e em operação, transformando em tempo real luz solar em energia elétrica: [hr] Global One: Uma fonte geradora de sua própria energia – Parte 4 O conjunto do sistema solar fotovoltáico completa-se com um bom e confiável acumulador de energia. As duas baterias utilizadas na Global One são do tipo estacionárias de chumbo ácido com eletrólito líquido, as quais conectadas em paralelo, garantem capacidade de armazenamento de até 140 Ah, carga suficiente para tocar as necessidades elétricas da carreta em 12 Vdc e/ou com inversor 300 w 110Vac senóide pura. As baterias usadas foram da Delco Freedom, as quais podem perder até 80% de sua carga total sem se danificarem e não são tão caras como as da linha Optima (são 4 x mais em conta), podendo durar anos a fio pois garantem 2.500 ciclos de carga à uma taxa de descarga de 10%. A meu ver, a opção mais racional, pois os tempos de garantia destas duas marcas de baterias são similares. O segredo para durar uma bateria de chumbo ácido com eletrólito líquido: Se descarregar pouco vai durar muito; se descarregar muito vai durar pouco! Por isso a razão de duas em paralelo, descarregam menos e duram mais !!! Abaixo uma curva típica de descarga para uma corrente de 5 ampéres em um acumulador de 100 Ah:

    em resposta a: Barraca Automotiva – Campings World #47719
    Nilton J
    Participante
    Dr. Green wrote:
    Washington de Mendonça wrote:
    Parabéns, Nilton. Ficou muito legal a sua carretinha. Quando comecei o projeto da minha não tinha nenhuma carretinha no mercado que atendesse as minhas necessidades e aí saí pesquisando. Pensei em fazer uma “igual” a esta que está no site da adventure Trailers (http://www.adventuretrailers.com/horizon.html) que parece-me ter te inspirado. Entretanto, além da carretinha e acessórios eu teria que comprar a barraca de teto que custa em torno de R$ 5.600,00 e isto me desanimou. Para o Dr. Green é mão na roda, pois já tem a barraca. Um outro problema é a falta de um banheiro que é condição imperativa para a companhia de minha esposa. Por isso, estou fabricando a minha carretinha com o conforto que a patroa julga necessário. Um abraço a todos. Tom

    Washington eu inventei um banheiro pra mim hahahahaha mas tenho até vergonha de postar aqui, quem sabe um dia eu não divulgue, talvez eu até ganhe uma grana vendendo hahaha

    Correto, a carreta gringa Horizon da Adventure Trailer foi minha inspiração e com muito orgulho a minha Global One usa a principal peça dela que é o engate off road chamado de “multi axis coupler”. Falei pessoalmente com um dos proprietários da AT , Mario Donovan, veja a foto dele no site da AT, e ele me passou o contato de uma revenda dela nos EUA a qual eu importei a peça via paypal. vide o link do vídeo do engate, coisa robusta e indicada para o off-road: http://www.youtube.com/watch?v=t3UGRV0dZ0c Também pensei em fazer banheiro com chuveiro e wc, mas aí iria acabando construindo um Trailer completo, fugindo do objetivo principal que é a leveza, tamanho reduzido e versatilidade do conjunto para o off-road, termo em inglês é “offroadability”. Vou continuar e repetir este assunto lá no tópico que abri, no bloco carreta-barraca, o qual terá um festival de fotos! (as fotos estão tem 5 M cada, preciso reduzir para menos de 2 M senão o site não aceita e não carrega).

    em resposta a: Global One Expedition Off-Road Trailer #47713
    Nilton J
    Participante

    Segue abaixo uma segunda foto da Global One. Notem a grande tampa aberta que dá acesso por cima ao interior do baú principal, visando facilitar a retirada e guarda das “tralhas”. [hr] Vou demonstrar agora a capacidade de carga da carreta, na foto abaixo comparando o baú principal dela com o porta-malas com os bancos rebatidos de meu Citroen Xsara Picasso. Um volume de 1.232 litros líquido e 100% aproveitável em área de carga, numa área retangular de 1600 mm de comprimento, por 1100 mm de largura e 700 mm de altura deste baúzão off-roader! [hr] A razão Número 1 da existência e justificativa de qq carreta no rabo de uma viatura é capacidade de carga ! Quem tem Troller, como eu, vai entender o porque. Vejam o que eu levo dentro do baú principal: Conteúdo da carga acima: 2 sacolas, com 1 par cada, de pranchas de desatolagem SmithBilt; 1 painel fotovoltáico solar 120w monocristalino em forma de maleta dobrável; 1 geladeira/freezer 41 litros Indel B (importado via empresa Elber); 2 cadeiras Quechua com braços de apoio; 1 banqueta Quechua sem encosto; 3 banquetas verdes com encosto; 3 sacos de dormir Quechua tamanho G 0 a 5 graus; 1 pia de inox Tramontina com tábua (em estudo ficar fixa ao lado do baí gourmet); 1 armário organizador de roupas marca CW (mesmo fabricante da barraca); 1 chuveiro elétrico 12 Vdc com reservatório de água de 15 litros (comprado na CW); 1 chuveiro Quechua com bomba manual, reservatório de água de 8 litros; 1 Water Hydroller, caixa de água potável com rodinhas, capacidade de 35 litros; 1 Luggable Loo (loo é o apelido gringo p wc), serve tb como reservatório de “gray water”, de água servida; 1 mesinha dobrável Quechua p TV no quarto da barraca; 1 TV led 16″ Philco; 1 cambão AVM; 1 “Mater Box” com 22 chaves de fendas diversas (não coube no baú de ferrametas); 1 caixa de primeiros socorros; 1 lanterna led grande; 1 mesa de montar para a área gourmet, marca Eureka modelo Cat Skill Table; 1 mesa montada para a sala de rádio, marca/modelo Sherpa-Organizer; 1 antena para tv , VHF, UHF e recepção digital; 2 mastros para antena de tv, 1,5 metros de altura cada; 1 bolsa Troller com kit resgate (não coube no baú de ferrametas). [hr] Em modo “acampamento”, o armário-organizador de roupas da CW que vai dobrado dentro do baú principal da carreta, passa então para o porta-malas do Troller, muito útil, espaçoso, prático e de fácil acesso para organizar as vestimentas e roupas em geral; a caixa acústica também no porta-malas da viatura, ao lado do armário de roupas, garante o “som” do acampamento:

    em resposta a: Barraca Automotiva – Campings World #47709
    Nilton J
    Participante

    Pessoal, boa tarde! Vide minha barraca CW fronteira tamanho família montada em minha carreta de expedição off-road batizada de Global One, no grupo “Caravanismo”, bloco “carreta-barraca” ! Lá postarei todo o projeto dela com muitas fotos, projeto que levou cerca de 12 meses. link: http://guiacamping.com.br/forum/showthread.php?tid=4714 Saúde! Nilton

    em resposta a: Campos do Jordão de Barraca de Teto #47708
    Nilton J
    Participante
    Washington de Mendonça wrote:
    Dr. Green Perante a lei eu acredito que não haja nenhum problema, pois não alterei as dimensões originais, nem a capacidade de carga que é de 500 kg. No documento vem como carretinha aberta e o único porém é que agora está fechada. Vou ter que ir ao despachante para providenciar esta alteração. Pretendo pintar para proteger ainda mais. Hoje um pintor deu um orçamento de R$ 3.000,00. Até achei engraçado quando ele falou o preço, pois vou ter que aprender a pintar! Já tinha comprado um tufãozinho, está na caixa, só que agora vou ter que estudar como ele funciona. Capt. A330 A altura dela é igual a da Pajero TR4 (1,40 m), quando levanto o teto fica com 2,50 m. Altura interna de 2 m. Vou melhorar as fotos. Tenho certeza que não ficou clara as fotos postadas. Obrigado! Um abraço. Tom

    Poste as fotos de sua carreta lá no bloco de carreta-barraca no grupo de Caravanismo! (uma foto inicial da minha carreta-barraca off-road chamada de Global One já está lá). Saúde! Nilton

    em resposta a: Global One Expedition Off-Road Trailer #47707
    Nilton J
    Participante
    Dr. Green wrote:
    ainda estou babando na sua carreta hahaha você já foi acampar com ela? tenho algumas dúvidas aqui comigo, o emplacamento da carreta é feito pela empresa de campinas mesmo né? tenho que ter todos aqueles acessórios tipo extintor de incêndio e tal pra polícia não encrencar? e o freio? a carreta freia junto com a pressão no pistão? em uma descida muito longa o freio não pega fogo? hehehehe tem que ter estepe na carreta pra polícia não encher o saco? ela não fica larga demais ao ponto de ter que usar um extensor de retrovisores igual pra rebocar trailers né? (mesmo pro meu carrinho)

    Ainda não acampei, apenas alguns passeios em trilhas off-road e nas estradas para me acostumar com o reboque. Retirei já emplacada a algumas semanas na própria fábrica da carreta com o certificado de venda/porte obrigatório, igual à um carro, e não tem IPVA! aliás, paguei R$ 90,00 a mais por uma segunda placa para por no porta-bike traseiro dela e definitivamente não ter problema algum com os “homi”. Não requer freios algum, que é recomendado em carretas acima de 700 kilos peso líquido dela fora a carga. Sobre o estepe, se você usar nela o mesmo pneu do veículo, meu caso, estepe exclusivo para ela não é obrigatório assumindo que você já tenha um estepe no carro, mas tem espaço para por estepe à frente no cambão ou até mesmo em cima da própria barraca. Já a largura externa total dela é de 1,74 metros, qq carro dá conta também, bem mais estreita que um trailer destes turísticos que começam com largura mínima de 2 metros. O extintor de incêndio impõe respeito perante os policiais, notarão que você pensa e respira segurança, mas também não é obrigatório, só custa R$ 40,00 com o suporte…

    em resposta a: Global One Expedition Off-Road Trailer #47705
    Nilton J
    Participante

    Green, A Global One foi um projeto de 12 meses, sendo que por capricho meu, trouxe peças e acessórios de todos os continentes, exceto a Antártida que só tem gelo… Daí vem o nome Global One, pois acredito que é a primeira carreta em seu gênero e aplicação que tem peças de vários lugares do mundo. O conjunto todo, com tudo carregado (e olhe que levo coisas pesadas e brutas no baú de ferramentas para minhas “situações problemáticas no off-road”, tais como macaco hi-lift e compressor heavy-duty de 150 psi para pneus grandes), pesa uns 450 kilos, considerando ainda aí a capacidade de 75 litros de água em seus reservatórios; no caso de meu Troller, eu só lembro que estou rebocando um “rabo” atrás porque a vejo em meu retrovisor, senão sequer lembraria da existência do reboque. Qualquer veículo dá conta em rebocá-la, seu carro irá tirar de letra! Outro motivo do nome Global One é que este nome tem 3 letrinhas que fazem toda a diferença num acampamento: a GO tem G de gás, ela tem a letra A de água (água corrente com pia, torneira elétrica e reservatórios de água potável e servida) e E de Eletricidade, na verdade um “electrical power-house” provido de “dual-battery-kit de 140 Ah, inversor senóide pura, carregador de bateria e painel fotovoltáico solar, isto rivaliza-se com qq motor-home, camper, etc…e até faz corar de inveja alguns deles. Um “mimo” para não se dizer um “luxo. Paguei deste reboque pintado, emplacado e pelado cerca de 6 mil reais, sendo que forneci todos os acessórios e até as rodas / pneus originais do Troller. Independente do uso ou não dela em off-road, vale a pena por os sapatos do Troller nela, a danada fica alta e impõe respeito no trânsito, e a barraca começa a cerca de 1,6 metros do chão. Tenho mais de 100 fotos para postar junto com o histórico de projeto e construção dela, mas as fotos estão cada uma com 5 M de resolução e o site não consegue carregar esta capacidade…tem como o site converter automaticamente a resolução, senão vou ter um trabalhão daqueles… Saúde! Nilton Escolha sempre o melhor caminho, mesmo que seja o mais difícil! Pitágoras

Visualizando 8 posts - 231 até 238 (de 238 do total)

ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

CLASSIFICADOS: