riobike

Respostas no Fórum

Visualizando 10 posts - 31 até 40 (de 55 do total)
  • Autor
    Posts
  • em resposta a: Reforma do Trailer KC-450 (Sanssouci) #101176
    riobike
    Participante

    O grande desafio desta restauração é a falta de medidas e referências.
    Então, tirei muitas fotos de cada detalhe, cada canto, cada emenda de chapas e sarrafos e passagem de cabos elétricos.
    De uma reforma, passou para restauração e agora percebo que, realmente, será uma reconstrução.
    O desânimo do excesso de trabalho foi suplantado pela euforia de poder projetar e construir o trailer com o lay-out e materiais que eu escolher. Desta forma, será possível modernizar, efetivamente, o trailer.

    Geralmente os trailers antigos recebem um upgrade, com aquecedores à gás modernos, forno micro-ondas, fogão e pia novos, TV e antenas importados, climatizador, etc
    Neste caso, poderei, além destes itens, agregar mais tecnologia e modernidade em outros pontos: armários, impermeabilização e proteção da estrutura de madeira, revestimentos das paredes e tetos, fiação e projeto elétrico e, principalmente, o lay-out interno.

    Atualmente, há muitas opções em chapas poliméricas (plásticos) que podem substituir o revestimento das paredes (originalmente em chapas de compensado; mas nos trailers da década de 1980 e 1990 foram utilizados chapas de Eucatex).
    Também os móveis poderiam ser em materiais plásticos!
    Isso muito me animou, apesar do trabalho em buscar o plástico mais adequado em um mercado com pouco ou nenhum conhecimento sobre sua aplicação em trailers…

    Lembrando que meu foco foi, desde o início, reduzir o peso (PBT) do trailer – que é um dos focos dos fabricantes alemães nos trailer novos – e oferecer um espaço confortável e aconchegante.
    Isso tudo sem esquecer de manter o máximo possível uma originalidade (mesmo que impossível por não poder aproveitar nenhum móvel original).
    Havia, então, uma grande dúvida (e acho que até hoje, durante a montagem, persiste) o que seria interessante manter original e o que deveria, ou poderia, ser mudado e modernizado.

    Após ver um trailer lançado em 2017, na feira em Düsseldorf pela fabricante Dethleffs, encontrei a mudança que será realizada no lay-out original!
    O banheiro (este modelo não tem box separado, o que também me fez pensar muito se valeria a pena construir o box separado e perder uma cama casa e um assento) não teria o box separado e não seria mais um compartimento fechado, hermético…
    Resolvi que o espaço interno do trailer poderia ser ampliado se o “quartinho do banheiro” fosse melhor integrado ao trailer.
    Ou seja, deveria ter menos paredes fixas e não haverá um piso de box mais alto que o piso do trailer.
    Assim o acesso à pia do banheiro seria facilitada, o espaço do box seria mais amplo e de fácil acesso.
    Também a janela do banheiro poderia melhor contribuir com a ventilação interna.
    Agora é mão às obras! A ideia já tenho, só falta pensar em como conectar paredes, moveis etc para que todo o casulo tenha estabilidade, resistência e faça um conjunto régido com o chassi.

    Lembrando que todas as peças estruturais, de paredes e móveis, foram guardados e muitas chapas de fechamento se móveis e paredes também foram guardados para servirem de referência em medidas.

    em resposta a: Reforma do Trailer KC-450 (Sanssouci) #101175
    riobike
    Participante

    Como um teste de pintura e resistência desta pintura e para a proteção urgente (pois seriam os componentes mais caros e difíceis de substituição, caso continuassem a se deteriorar), escovamos com escova de aço e uma lixa os cubos de roda, eixo, bequilha e depois o chassi completo.
    Pintamos 2 a 3 demãos com a tinta FERROLACK preta (da TINTA CORAL).

    O Ferrolack é um esmalte sintético que possui dupla ação, ou seja, dispensa a aplicação prévia de fundo, podendo ser usado como fundo e acabamento sobre superfícies de metais ferrosos, além de possuir ótimo poder antiferrugem. Ferrolack também é indicado sobre galvanizados, alumínio, cerâmicas não vitrificadas, alvenaria, concreto, fibrocimento e madeiras, desde que essas superfícies sejam devidamente preparadas com os fundos indicados.

    Importante observar que o chassi e as lanças foram galvanizadas (possivelmente na Alemanha) e não havia nenhum ponto de oxidação!
    Então foi só escovar, lixar, limpar e pintar !

    Lanças:
    29241790716_c37e3a762a_z

    Cubo de Roda:
    28985679230_f76c6dee29_z

    28985679230_f76c6dee29_z

    28651247164_8190779318_z

    29274157555_158f63f71b_z

    Chassi (para facilita o acesso, algumas divisórias e baús internos, além do assoalho foram retirados):
    30989210176_b52977c76b_o

    em resposta a: Reforma do Trailer KC-450 (Sanssouci) #101174
    riobike
    Participante

    Algumas fotos do interior, onde paredes, móveis e estrutura foram atingidos pela umidade; danificando (apodrecendo) a madeira.
    Interessante observar que, num primeiro momento, a claraboia quebrou quando uma manga caiu sobre ela. Esse pequeno buraco permitiu que a água de chuva entrasse fácil no meio do trailer. Como o piso era feito em placas de um material plástico (piso vinílico em placas?), aos poucos essa água conseguiu penetrar entre as frestas das placas, alcançando o assoalho de compensado.
    Esse assoalho foi apodrecendo lentamente, à partir do meio do trailer (debaixo da claraboia) e espalhando para os demais pontos do assoalho. Por fim estava todo ele apodrecido.
    Pela janela, também quebrada por uma manga, a chuva entrava e apodrecia o revestimento da parede (em chapa de compensado) e a estrutura (esqueleto) do trailer.
    Num terceiro momento, acredito que poucos meses em seguida), a chuva também penetrava por outras janelas quebradas (essas quebraram pela ação do tempo que ressecou o Plexiglass e quebrando-o).
    Com o excesso de umidade, pontos podres e sujeira, as formigas aproveitaram para construir seus formigueiros.

    Enfim, toda a madeira só apodreceu em função da entrada direta de água de chuva pelas janelas e claraboia.
    Ou seja, não houve problemas nas emendas das chapas de aluminio externo (calafetação).

    Seguem algumas fotos de quando comecei a limpeza (retirada das tralhas):

    29020343671_8f20004ef0_z

    29020244171_241b5a2ff0_z

    28478975823_01e8d0b912_z

    28992161142_de4ecc1200_z

    28478876013_82b1318773_z

    28810870840_85773f5337_z

    30700681980_c4c348db19_z

    .
    Na próxima foto é possível ver a madeira original que revestia as paredes do KC450 1974 e o móvel que meu avô construiu. A madeira que ele utilizou neste armário suspenso está em perfeito estado, nunca apodreceu nem empenou. além de ter combinado com o design e lay-out do trailer. Sem dúvida, um serviço muito superior ao da Karmann Ghia…

    33436731576_37a5103df0_z

    em resposta a: Reforma do Trailer KC-450 (Sanssouci) #101173
    riobike
    Participante

    Seguem algumas fotos do antes da reforma/restauro.
    Como o trailer ficou parado nos últimos anos, acabou sendo usado para guardar algumas tralhas e através da claraboia e janelas quebradas, muitas folhas e sujeira foram acumulando dentro dele… Então, primeira tarefa: a limpeza !

    28810871080_525f3d418a_z

    28810872080_ca5f10cd35_z

    29064649566_2be87e279c_z

    29064649306_eae62156ab_z

    28810871650_fe4836b6c3_z

    A ideia de incluir essas fotos tem por finalidade principal mostrar que às vezes aquilo que vemos e tomamos um susto, acreditando que não tem solução, é possível sim transformar e restaurar.
    Não é a aparência de desgaste, sujeira e a bagunça que definirão a viabilidade da restauração.
    Esse é o ponto mais delicado das conversas sobre reforma, restauro, reconstrução de um trailer clássico.

    em resposta a: Construção Mini Trailer sobre Reboque "Fazendinha" #101172
    riobike
    Participante

    Pintura:
    após 2 demãos internas de Osmocolor (stain) nas paredes internas e 3 nas paredes externa, utilizamos a tinta batida de pedra branca (
    A ideia da batida de pedra é melhorar a proteção da madeira contra umidade, ruídos e pequenas batidas.
    Queria também uma textura diferente, porém, como o serviço foi feito com rolinho de espuma a pintura ficou horrorosa… Não cobriu de forma uniforme, assim, resolvemos lixar para uniformizar a pintura.
    Eu sabia que o ideal seria utilizar pistola de ar, pois daria um aspecto emborrachado e uniforme. Mas queria fazer uma experiência com o rolinho (já tinha visto alguns videos e tutoriais na internet).

    Foram dadas 2 demãos e depois lixado.
    Com esta preparação, vamos pintar com 2 demãos de tinta emborrachada, já como acabamento final.
    .
    IMG-20180205-_WA0008_1

    IMG-20180206-_WA0023_1

    IMG-20180206-_WA0024_1

    em resposta a: Construção Mini Trailer sobre Reboque "Fazendinha" #101171
    riobike
    Participante

    Com a questão da fixação na estrutura e piso definida, passamos a questão estética, ou seja pintura, altura e formato do baú.

    Pintura: pensei em pintar de branco frente, traseira e teto, deixando na cor natural da madeira as duas laterais. Porém, em função do formato e altura do baú (muito quadrado) acho que não ficaria tão bom quando gostaria. E como no futuro irei revestir toda a parte externa, não faria sentido manter a cor de madeira como acabamento.
    Assim, todas as chapas serão pintadas externamente de branco, com tinta de proteção contra umidade e com proteção térmica/acústica.

    Altura: os mini-trailers possuem, geralmente, altura entre 1,20m e 1,40m. A vantagem está numa melhor aerodinâmica e melhor estética com o veículo rebocador. Penso que a desvantagem está justamente no espaço interno se menor (é possível ficar sentado tranquilamente, mas perde-se em espaço para bagagem, armários,etc).
    Como o nosso mini será utilizado também para transporte de carga (bicicletas, caixas e material diverso de camping), a altura será um diferencial.
    Mantivemos a largura da chapa de compensado (160cm), sem corte, e esta será a altura interna. Além da possibilidade de transporte de cargas, será possível instalar armários e outras “coisitas” mais… Também a movimentação dentro do mini será mais fácil. Lembrando que o porta-potty será instalado internamente, então ficará tranquilo usá-lo.

    Formato do Casulo: as linhas retas (formando um baú) será interessante pois nos oferece um melhor aproveitamento do espaço interno, apesar de não ser muito comum em mini-trailers.
    Uma melhor aerodinâmica será conseguida com o baú/tulha que será instado sobre a lança: ele terá uma curvatura na parte superior.

    Definido e consciente sobre estas 3 questões, partimos para a pintura externa das chapas.

    em resposta a: Construção Mini Trailer sobre Reboque "Fazendinha" #101170
    riobike
    Participante

    Algumas fotos da fixação das paredes na estrutura do reboque:

    WP_20180126_13_47_35_Pro_1

    WP_20180126_13_47_51_Pro_1

    WP_20180126_13_48_00_Pro_1

    WP_20180126_14_57_38_Pro_1

    WP_20180126_15_01_30_Pro_1

    em resposta a: Construção Mini Trailer sobre Reboque "Fazendinha" #101149
    riobike
    Participante

    Após a pintura de 2 demãos de Osmocolor (stain) fixamos as 2 laterais e a chapa da frente no reboque.
    A fixação com Parafuso Francês foi realizada na grade externa, de forma a proteger e esconder o parafuso e a porca.
    Também utilizamos duas cantoneiras (que já existiam no reboque) para fixar o perfil inferior das chapas de compensado. Também foi fixado com Parafuso Francês.
    Como esses dois perfis em aço ficarão escondidos, não nos preocupamos com o acabamento da pintura, apenas pintamos com Hammerite branco para proteção contra oxidação/ferrugem.

    em resposta a: Relação de Revendas Botijão de Gás P5 e P8 #101126
    riobike
    Participante

    A ULTRAGAZ informa que não trabalha com P5 nas regiões do Rio de Janeiro e Duque de Caxias (RJ).

    em resposta a: Construção Mini Trailer sobre Reboque "Fazendinha" #101099
    riobike
    Participante

    Na última semana começamos a montagem das paredes, aparafusando-as na estrutura de aço do reboque.
    A altura ficou grande:
    parede: 160cm + altura do chão: 60cm…
    mas possibilitará o transporte de cargas quando não o utilizar para acampar e durante o acampamento realmente dá mais conforto.
    A dúvida é como se comportará nas estradas.

    Mas estou estudando como fazer para abaixar as paredes (altura interna) e utilizar um teto escamoteável (teto durante a viagem terá 130cm ou 140cm e no camping, parado, elevá-lo para 200cm, possibilitando ficar em pé).

Visualizando 10 posts - 31 até 40 (de 55 do total)

CAMPINGS EM DESTAQUE:

ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

CLASSIFICADOS: