Quem acampa usando o carro como meio de transporte sabe. Sempre falta espaço. Não interessa o tamanho do porta-malas. Tralha é o que campista mais gosta e conforto é sempre algo que atrai na vitrine. Aí quando não cabe mais nada dentro, ainda temos o teto do possante, mas para isso é necessário um bagageiro. Apesar dos racks transversais ou longitudinais serem os mais comuns nos carros de hoje, eles não servem muito para levar um monte de equipamentos isolados. A Thule, empresa líder nesse segmento nos enviou seu modelo Canyon XT, com o tradicional formato de “cesta”, mas com um design moderno e aerodinâmico. Bora pro teste…

Bagageiro_Thule_Review_MaCampBagageiro_Thule_Review_MaCamp

UNBOXING: Após o contato com a Thule, não levou dois dias para o bagageiro ser entregue em nossa sede de São Paulo. Embalado em uma caixa de papelão, foi entregue pela transportadora. Apesar de grande, a embalagem é menor que o bagageiro montado, pois o “cesto” vem dividido em duas partes. Junto acompanham todas as peças e parafusos de fixação.

Entrega Bagageiro Thule MaCamp

Bagageiro_Thule_Review_MaCamp

Cada conjunto vem cuidadosamente separado e ensacado para ser organizado na montagem com o auxílio do manual de instruções. Todos os componentes chegaram em perfeitas condições sem nenhuma avaria.

MONTAGEM: A tarefa é bem simples. A quantidade de peças separadas pode assustar um pouco, assim como uma rápida passada de olho pelo manual. Mas basta organizar tudo e ir seguindo passo a passo cada item do manual de instruções. É tudo muito bem ilustrado e explicado e quando vemos, já está na hora de colocá-lo pra cima do carro.

O video abaixo ilustra bem os passos da montagem que consiste: Separadas as peças, tiram-se as tampas protetoras das duas partes da cesta para juntá-las e fixá-las com os parafusos de chave hallen.  Depois é a hora de montar o defletor com as 5 presilhas que abraçam a parte frontal da cesta para daí parafusar a peça que é presa pelas porcas de plástico manuais. Depois é a hora de fixar a ancoragem na cesta, já pré escolhendo o local de acordo com o rack do carro. Depois é hora de apoiar o bagageiro sobre o rack e utilizar as peças “U” que acompanham o produto em 3 tamanhos difetentes de acordo com o rack existente. Neste momento, há uma forma e peça específica para o caso do rack ser da própria Thule. São também utilizadas porcas plásticas manuais para que o “tirar e por” do bagageiro se torne mais fácil e acessível. Por fim, utilizam-se as capas plásticas para dar acabamento, encaixando-as de um lado e prendendo do outro com os pinos plásticos. Fácil, prático e rápido. Confira no video abaixo:

INSTALAÇÃO: Em nosso caso, o carro já possui os racks transversais originais e assim, dispensaram tal equipamento.

CARREGANDO: A tarefa de colocar as tralhas no bagageiro é bem fácil, graças às diversas opções de amarração. Além das barras laterais e da frente abrigada, o fundo do bagageiro possui muitas barras longitudinais e transversais, o que amplia a área de apoio e amarração. De qualquer forma é sempre recomendado que as principais tiras sejam passadas sob os racks para maior segurança. Nossa primeira viagem foi com algumas tralhas de mudança e também uma bicicleta. Como temos limitação de altura no portão de casa, torna-se inviável o uso de racks para bicicletas em pé, já que queremos prendê-la um dia antes e sair livremente no dia seguinte. Retirada apenas a roda dianteira da magrela, pudemos acomodá-la tranquilamente no bagageiro e prendê-la com a roda solta com aranhas elásticas e cintas de catraca.

VIAJANDO: Não haveria muito o que falar sobre o trânsito propriamente dito, mas é importante salientar a rigidez que passa o conjunto durante o uso. É comum nos depararmos com racks e bagageiros de baixa qualidade no mercado onde vemos  uma grande fragilidade quando montamos a carga, balançamos o conjunto e até mesmo sentimos ruídos durante os deslocamentos, principalmente na passagem de lombadas e valetas. No caso do Thule Canyon, desde o momento da montagem da carga, puodemos sentir a confiança na rigidez. Pode-se apertar as cintas e balançar o conjunto que o carro balança firmemente junto. Durante o deslocamento tudo vai fixo e sem barulhos. Tecnicamente não conseguimos medir a real eficiência do defletor dianteiro, mas com certeza ele melhora a aerodinâmica, além de servir para acomodar e abrigar coisas pequenas. Mesmo que pouco, isto também deve gerar alguma melhora no gasto a mais de combustível que qualquer rack ou bagageiro causa no consumo do carro.

POR NOSSA CONTA: Como temos mania de proteção e cuidado extremo, fizemos uso de alguns protetores “feitos em casa” mesmo. Como no caso da Bike que foi direto no bagageiro, o contato direto “ferro com ferro” poderia causar riscos e por isso utilizamos uma mangueira corrugada cortada em pequenos pedaços. Um corte longitudinal garante que possamos escolher qualquer parte do bagageiro para proteger.

PREÇO: Na data deste artigo, o modelo Canyon XT estava divulgado por R$ 2.515,00 no site oficial, mas na internet saía por R$ 2.298,05 em todas as ofertas.

ONDE COMPRAR: Existem diversos pontos de revenda de equipamentos Thule no Brasil, mas como pode depender do local e da disponibilidade de produtos específicos, a empresa possui um link georreferenciado. Basta escolher o produto e sua localização para encontrar onde comprar. [LINK]

PLUS: Como opcional que não veio pra nós (mas ainda é tempo para que atualizemos no review) tem a extensão do mesmo bagageiro. Trata-se de um módulo que se encaixa perfeitamente na emenda do Canyon XT aumentando em 51cm o comprimento total. No caso de nosso carro, cairia muito bem, pois na proporção ele ficou pequeno. Já em carros de passeio e sedans e hatch’s fica perfeito. Preço sugerido no site oficial: R$ 453,00.

REVIEW – PRODUTO: Este equipamento foi enviado pela THULE que confiou no know-how do MaCamp para testar seus produtos na seção de Reviews. Foi instalado em nosso carro de reportagem, Modelo Mitsubishi Pajero Sport 2005 e viajou pelos Estados de São Paulo e do Rio de Janeiro.

 

CEO e Editor do MaCamp | Campista de alma de nascimento e fomentador da prática e da filosofia. Arquiteto por formação e pesquisador do campismo brasileiro por paixão. Fundador do Portal MaCamp Campismo sonha em ajudar a desenvolver no país a prática de camping nômade e de caravanismo explorando com consciência o incrível POTENCIAL natural e climático brasileiro. "O campismo naturaliza o ser humano e ajuda a integrá-lo com a natureza."