Dentre as diferentes duchas e chuveiros para camping, estão as que não necessitam estar penduradas e acima da cabeça para funcionar. Para isto é necessário que ela esteja pressurizada para que a água suba. Este é o diferencial do modelo que a Blue Camping está lançando no mercado. Mais diferente ainda é que não é necessário o uso das mãos para que se possa pressurizar o sistema e tomar banho com a totalidade de água do reservatório. A Blue Camping fez questão de nos mandar um exemplar para testarmos.

UNBOXING: O produto foi enviado direto da Blue Camping pelos correios com nota fiscal. Junto na caixa, outros produtos acompanhavam a ducha, que serão também pauta para reviews.

ESTOJO: O equipamento vem todo guardado e é transportado em uma bolsa própria com volume bem satisfatório. 24cm de diâmetro (12cm de raio) com 10cm de altura que chega até 15cm nas partes mais “cheias”. Fechada com zíper que ajuda no encolhimento dos componentes dentro da bolsa, revela o reservatório principal de 11 Litros, a bomba infladora (toda composta do mesmo tecido do reservatório) ligada por mangueira e a ducha principal com chuveirinho manual.

O fundo do estojo é cheio de furinhos para que o equipamento possa ser guardado molhado… sem que mofe com o tempo. Tem uma alcinha de transporte também.

PREPARAÇÃO: Os componentes já vêm prontos e conectados, bastando abrir e fechar saídas e entradas. É só tirar o conjunto do estojo para iniciar a carga de água.

ENCHENDO DE ÁGUA: Com a abertura superior da bolsa aberta, enchemos em uma torneira comum. Importante dizer que após cheia, passará dos 11Kg e esta é a principal vantagem de se ter uma ducha pressurizada, já que podemos usá-la apoiada no chão. Para carregar nem é tão pesado, mas segurá-la em uma torneira alta pode ser desconfortável, pois enquanto enche aos poucos ela vai pesando na mão. Melhor mesmo usar uma pequena mangueira. Após encher a bolsa, não estranhe se ela ficar “murcha” e instável. É hora de fechar a tampa para que a pressão não vaze e mandar pressão. Uma dica para fechar de forma fácil é pressionar o centro da concha da tampa com o dedão.

PRESSURIZANDO: Para pressurizar a bolsa, é necessário que a abertura superior esteja aberta e a inferior esteja fechada. Isto porque a válvula permite que somente saia ar pela mangueira, então o ar entrará no inflador pela abertura superior. Esta por sua vez, só permite que entre ar e não saia. A abertura inferior está lá apenas para o momento que formos guardar o equipamento de volta ao estojo. Aí o ar será “expulso” para que fique o mais compacto possível.

USO / TESTES: Após a primeira pressurizada, basta apertar a duchinha para a água sair. A pressurização inicial não garante o uso total da água da bolsa… longe disso. Mas a vantagem de ter o inflador nos pés é que não é necessário parar com o uso e nem ocupar as mãos para dar mais pressão no chuveiro. Enquanto vai usando, os pés vão dando conta de pressurizar a bolsa novamente. A duchinha pode funcionar apertando o gatilho ou então travada com o gatilho para trás.

GUARDANDO: É preciso abrir a tampa inferior do inflador, assim como a tampa superior da bolsa já devidamente vazia. Isto garantirá que não ficará nenhum volume de ar enclausurado nas bolsas tomando espaço do estojo. O zíper deve ser usado ao seu favor. Abra-o inteiro para deixar o “redondo” da base do estojo bem disposto. A bolsa de água possui uma circunferência de material mais duro que serve não só para manter a bolsa cheia e inflada em pé, como também para facilitar a guarda. Recolha a bolsa dentro desta circunferência e vire de cabeça para baixo no estojo. No lado de cima a circunferência também ajuda a acomodar o inflador, as mangueiras de conexão e por fim, enrole por fora a mangueira da ducha, entre a circunferência e a parede do estojo. Por fim, acomode o chuveirinho sobre o inflador e use p zíper para ir fechando tudo bem acomodado.

AQUECE? Bem, em nenhum lugar diz que o produto se trata de um chuveiro solar. Também ele não é todo na cor preta (a melhor cor para transformar a insolação em calor). Porém verificamos (mas não fizemos uma aferição) que sua cor azul escura chega a captar bem a luz solar. Porém os 11L de água parecem muito para que a água aqueça rápido. De qualquer forma, há recursos muito mais práticos para esquentar a água do banho do que as ditas “duchas solares”. É muito mais rápido ferver no fogareiro uma certa quantidade de água e misturar ao restante de água fria ou ainda utilizar ebulidores (aquecedores mergulhões / rabo quente) caso haja energia elétrica no local. Existem também ebulidores 12V e uma outra idéia é colocar a bolsa sobre o motor do carro após a chegada. É o tempo de montar a barraca e todo o acampamento para que a água do banho esteja quentinha. (obviamente tomando cuidado para não apoiar em algum local que esteja tão quente que derreta a bolsa)

DIFERENCIAIS: Além do diferencial da bomba nos pés, gostamos muito da qualidade e flexibilidade da mangueira. Ela dá uma impressão de “silicone”, sendo bem flexível sem aquele efeito de dobra. O comprimento grande também é importante para poder tomar banho de pé com a bolsa no chão. As mangueiras finas de conexões acabam dobrando facilmente no manuseio, mas serão submetidas à pressão que liberará o fluxo. É um equipamento leve e compacto para compor a tralha de camping, mesmo que não tenha um uso contínuo.

CARACTERÍSTICAS: Extensão mangueira: 2 metros; Material: PVC + ABS; Peso: 980g (aferido: 844g)

PREÇO: Na ocasião deste review o produto era vendido por R$ 246,45 à vista + frete  na loja oficial da Blue Camping.

ONDE COMPRAR: Na loja OFICIAL da Blue Camping com entrega via correios, transportadora ou retirada em Blumenau.

REVIEW – PRODUTO: Este equipamento foi enviado pela BLUE CAMPING  que confiou no know-how do MaCamp para testar seus produtos na seção de Reviews. Testes foram feitos nos Estados de São Paulo e Rio de Janeiro.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here