Trailer Zero km Custa Caro? Fizemos a Comparação.
 

Sabemos que no Brasil há uma grande disparidade de valores nos veículos de passeio, quando comparados com países europeus ou norte-americanos. Impostos podem ser o fator preponderante, além de vários outros, mas de uma forma geral é uma realidade imutável para nós a curto prazo.

No mundo dos veículos de recreação não é diferente. A insatisfação sobre os preços se estende pelo fato de, além de se comprar o chassi, ainda existe o processo de montagem que se diferencia dos países de primeiro mundo. Lá os RV’s são fabricados em série e aqui de forma sob demanda ou encomenda.

Novamente nos vemos em uma realidade presente onde devemos apenas encarar os fatos e seguir na luta por nossos sonhos e desejos, custe o que custar.

Após um grande período de quase 15 anos em que quase não se fabricou trailers turísticos no Brasil, muitos foram os motor homes produzidos, principalmente nos últimos anos cujo crescimento se deu a olhos vistos. Daí uma grande retomada na fabricação de trailers no país.

Trailer X Motor Home

Não existe equipamento melhor ou pior. Motor Home ou Trailer possuem tantas vantagens e desvantagens um sobre o outro que somente o perfil de cada caravanista é que definirá a sua preferência.

Porém nos últimos anos temos percebido a presença constante de críticas de que os trailers novos estão demasiadamente caros e quase que em todas as vezes a comparação com o motor home é inevitável. Será que dá para comparar?

Preços X Custos

Um motor home geralmente é taxado em duas partes: Chassi e Montagem. No geral o chassi é comprado separadamente pelo proprietário que poderá gozar das regras e facilidades do mercado comum de veículos. Portanto nesta comparação podemos deixar a plataforma de lado. Com o chassi disposto na linha de produção, parte-se para a montagem do motor home que, além de uma infinidade de itens, trabalha com estrutura, vedação, aberturas, móveis, equipamentos, sistemas elétrico e hidráulico e etc.

Já no trailer, a figura do “chassi” não está separada, embora se trate de uma plataforma mais simples que a de um veículo. De qualquer forma, estamos falando de uma plataforma dotada da estrutura, suspensão, sistema de freios, eixos e lança de engate. Já na montagem o trailer recebe todos aqueles ítens citados no parágrafo acima, com exceção talvez, da altura total da carroceria, já que no caso do motor home ela é maior e possui a presença de bagageiros e outros itens que ocupam este espaço.

De acordo com um levantamento breve e superficial de mercado, temos a montagem de motor homes compactos, daqueles que se constrói a carroceria inteira própria, com preços médios de R$ 150.000,00. Já um trailer com características parecidas de forma a buscar uma comparação está saindo em média por R$ 110.000,00.

Nosso objetivo neste artigo não é defender a superioridade e precificação de nenhum dos dois equipamentos, mas sim fazer com que cada indivíduo possa obter dados para formar sua própria opinião. Sabemos que não será o valor agregado ou comparativo que irá preponderar a escolha entre eles, mas talvez possa quebrar alguns paradigmas.

O único fato é que somente a busca por melhorias na política nacional e o aumento do volume e concorrência na fabricação poderá fazer com que os preços dos veículos de recreação baixem. Até lá, devemos fazer a escolha certa para que o equipamento campista selecionado possa nos proporcionar todas as maravilhas que a atividade propicia na vivência e experiência de lazer e possibilidade de novos lugares e serem conhecidos.

Marcos Pivari

* Na ilustração foram escolhidos veículos estrangeiros, já que este artigo não visa defender nem o tipo e nem uma marca específica de equipamento.


 

COMPARTILHAR
CEO e Editor do MaCamp | Campista de alma de nascimento e fomentador da prática e da filosofia. Arquiteto por formação e pesquisador do campismo brasileiro por paixão. Fundador do Portal MaCamp Campismo sonha em ajudar a desenvolver no país a prática de camping nômade e de caravanismo explorando com consciência o incrível POTENCIAL natural e climático brasileiro. "O campismo naturaliza o ser humano e ajuda a integrá-lo com a natureza."
  • Gallo Morelli

    Nos os primeiros parágrafos, tenho uma visão um pouco diferente da sua. O governo tem uma parcela de culpa nos impostos mas, o problema se estende muito mais.
    Brasileiro não tem cultura de viajar e acampar com trailers e motorhomes. Talvez pela segurança que é baixa e também por falta de incentivos com mais áreas de recreação, postos preparados para receber os viajantes, etc, pode ser pelos preços altíssimos dos trailers, motorhomes e afins.

    Sobre os preços e produção, na minha humilde opinião, deveria-se profissionalizar o setor.
    As empresas do ramo, deveriam fabricarem seus próprios chassis, um tipo que servisse para vários modelos de trailer e/ou motorhomes assim, teria-se uma produção em larga escala.
    Penso que a visão dos fabricantes está muito curta. É preciso evoluir e ser uma pouco mais sensato quando estipular a margem de lucro.

    Acredito que é um nicho de mercado pouco explorado e que existe muita área para crescer.