Uma das dúvidas mais comuns sobre motor homes é como funciona o sistema de esgoto sanitário. Assim como em uma casa comum, o motor home possui pias (cozinha e banheiro), ralo de box e vaso sanitário. A diferença é que no motor home há dois tanques de captação.

O primeiro (do vaso sanitário) é chamado de “tanque de detritos” ou “holding tank“. Este pode ser de formato portátil ou uma caixa de maiores dimensões localizado abaixo do piso do veículo. A ideia é de se armazenar ali apenas os dejetos do vaso sanitário cujo tratamento se dá por um líquido especial que se joga dentro do tanque, podendo ser mantido por alguns dias e descartado em local apropriado. Este tipo de sistema é mais comum do que se pensa: É o mesmo utilizado em ônibus rodoviários, barcos e aviões.

O segundo tanque é o chamado de “água servida”. Nele estão as águas oriundas dos ralos de box e pias e exatamente por ser em volume muito maior do que o sanitário, é captado de modo diferente, pois dificilmente o armazenamento terá capacidade para aguentar muitos dias. Por esta razão a maioria dos campings que recebem trailers e motor homes possui saídas de pequena bitola para este descarte através de mangueira. Aos que não possuem, esta água pode ser liberada no solo, já que não tem contaminação e absorvida rapidamente. A composição da água servida é em sua maioria (mais de 98%) de água, com sabões, pastas de dentes e restos dissolvidos de alimentos.

 

A maneira correta de se racionar o uso destes sistemas depende exatamente do tipo de instalação do camping. Há campings que possuem as duas saídas, tanto para o sanitário quanto para a água servida. Nestes casos o uso é livre. O uso em particular do sanitário de um motor home possui algumas características diferentes. Ao contrário do sanitário residencial, o vaso de um RV é seco. Não possui água no fundo. Isto se dá exatamente pela racionalização da capacidade do tanque. Aí há duas possibilidades para o uso. Ou enche-se o vaso com um pouco de água da descarga antes do uso ou utiliza-se o mesmo abrindo-se a comporta do fundo. A descarga também é menos caudalosa que as comuns, mas a higiene é a mesma para o caso de uso particular ou familiar.

Já no sistema de água servida, a maneira de preservar a capacidade do tanque quando não há possibilidade de descarte imediato é o mesmo da economia de água nas pias e no banho.

DESCARTE DO ARMAZENAMENTO

O descarte do tanque de água servida é bem tranquilo, fazendo-se através de uma mangueira fina por gravidade. Já no tanque de detritos, existe uma necessidade de descarte por mangueira mais grossa, onde o material também se faz mais contaminante, tanto pelos dejetos humanos quanto pelos produtos químicos aplicados. Neste momento, pode-se esgotar o tanque através de uma mangueira bem grossa em uma saída de 100mm (4″) ou acionando-se uma comporta manual ou pneumática com a saída do tanque sobre um sistema de captação específico. A  maneira mais “confortável” para este evento é quando o motorista posiciona o motor home de maneira que a saída do tanque fique sobre um grande ralo de captação de esgoto e, da cabine, aciona a abertura da comporta. O esgoto é todo liberado até o esgotamento. O motorista então aciona o fechamento da válvula e segue viagem.

Aí vem a pergunta: Mas onde existem estes locais específicos? Resposta: No Brasil poucos, mas existem. Em países Europeus e Norte Americanos os locais de descarte estão presentes na maioria dos campings e postos de combustíveis.  No Brasil raramente são encontrados, mas alguns postos de combustíveis possuem tais locais principalmente para o uso de ônibus rodoviários. Também há estacionamentos para RVs, como um em Curitiba, por exemplo, que possui este local todo preparado. Muitos dos campings da rede CCB possuem um local para descarte de tanques portáteis e neste caso pode-se utilizar um equipamento chamado “leão”, onde se faz a transferência gradativa dos dejetos, descartando-os nos despejos ou mesmo no vaso sanitário comum.

O importante é nunca descartar os dejetos em locais próximos a cursos de água,  nascentes ou lugares onde há contato com pessoas. Produtos químicos compostos na fórmula sanitária (principalmente formol) assim como contaminantes dos dejetos humanos poderão entrar em contato com lençóis freáticos, rios ou alimentos que poderão contaminar animais e seres humanos.

Marcos Pivari

 

COMPARTILHAR
CEO e Editor do MaCamp | Campista de alma de nascimento e fomentador da prática e da filosofia. Arquiteto por formação e pesquisador do campismo brasileiro por paixão. Fundador do Portal MaCamp Campismo sonha em ajudar a desenvolver no país a prática de camping nômade e de caravanismo explorando com consciência o incrível POTENCIAL natural e climático brasileiro. "O campismo naturaliza o ser humano e ajuda a integrá-lo com a natureza."
  • Igor

    Se alguém quiser morar em um motorhome e tenha um terreno. Existe a possibilidade de deixar o esgoto e a água servida ligados diretamente na rede de esgoto? É recomendável fazer isso?

    • Sim Igor. Existem diversos Campings q já possuem esgoto e os rvs ficam diretamente conectados.